Wiki Nobilia
Advertisement

Sobre os Nobilienses: A história do Império de Nobilia está intimamente ligada a crença Urzziniana e ao Deus Primordial, Paitriam, apesar Deste quase não ser citado. Entretanto, os nobilienses pouco tem a ver com os urzzinianos originais. Na verdade, os orginais são o povo de Godah que migrou para a cordilheira, chamados de migratores. O segundo Império, que é o atual, foi formado a partir de uma investida dos Ronirienses, que tomaram para si boa parte da cultura Nobiliense. Em termos de jogo, tanto os Gonahrenses quanto os Ronirienses são humanos padrões do D&D. A diferença existe nos tormanos que possuem uma sociedade tão selvagem e belicosa que gera indivíduos mais árduos.

Gonah e os Migratores

O povo de Gonah eram os habitantes originais da cidade de mesmo nome que existia a Norte do continente, de onde vieram os Migratores, a corrente de refugiados que fundou Nobilia. Possuem pele branca e olhos que variam de tons castanhos ao verde escuro. Seus cabelos geralmente são lisos escorridos, castanhos ou negros.

Ronirienses

Antigos habitantes do Oeste da Coroa. Se encontravam ali antes mesmo dos Nobilienses chegarem. Possuem pele muito branca, beirando a palidez, frequentemente corada. Os olhos variam de tons claros como verde esmeralda ao azul. Os cabelos geralmente são ondulados ou cacheados, loiros ou loiro queimado.

Tormanos

Os temidos Bárbaros do Oeste. Possuem pele branca semelhante aos ronirienses porém com sardas. Seus cabelos variam de um loiro claro ao ruivo. Os olhos são ou azuis - geralmente celeste - ou cinzas.

AN: +3

Arfenos

Os selvagens, nômades e cavaleiros que inicialmente viviam ao Norte da Coroa, no lugar conhecido como Planícies Arfênicas. Sua pele geralmente é morena, possuem cabelos negros castanhos e lisos. Os olhos são levemente puxados e com colorações amendoadas ou cor de mel.


Aluiyaki

É o povo negro de Jagorthia e arredores. Dizem que são os primeiros filhos de Paitriem a existir. Possuem colorações que variam do simples marrom até algo próximo do ébano. É raro sua aparição no Império, mas não desconhecida.

Advertisement